TV BOAS NOVAS - PÁ

Watch live streaming video from boasnovas at livestream.com

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

APENAS PÓ

Estive lendo o salmo 103 e, ao chegar ao verso 14, vi palavras que falaram alto ao meu coração! O texto nos diz que o senhor conhece e sempre lembra qual é nossa estrutura e isso é maravilhoso, pois, mostra que esse fato gera, além do amor, misericórdia em Deus por nós. Mas existe um grande problema! Às vezes o ser humano esquece-se do que realmente é, e isso geralmente causa problemas a nós mesmo.
Quando isso acontece, é por que foi plantada em seu coração a perigosa semente da soberba! Semente essa que, segundo a própria bíblia, precede a queda, ou seja, a ruína humana (Pv. 16:18). Isso acontece quando começa a brotar no coração o sentimento de superioridade, achando-se melhor ou mais importante que outros e, por muitas vezes, fazendo-nos confiar mais em nossas próprias habilidades, conhecimentos ou virtudes, esquecendo até mesmo de uma muito importante regra de vitória cristã: dependência da graça do Senhor! E, quando isso acontece, graves problemas estarão por vir. Poderia citar vários exemplos bíblicos, mas vou me ater apenas em um:
Sansão.
Um homem que tinha um futuro brilhante reservado. Tinha tudo para ser lembrado como um dos maiores líderes de seu povo! Dotado de uma força sem precedentes, fruto da unção divina que estava em sua vida, obteve diversas vitórias, era praticamente invencível! Porém, satanás através da maldita semente, encontrou uma brecha em seu coração e brotou então o fruto da arrogância e da soberba.
Sansão ficou tão cego que já não pode perceber que suas atitudes de desobediência ao pacto que, desde antes de seu nascimento, estava estabelecido, o colocava cada vez mais distante de Deus e o empurrando para o abismo da autodestruição. A prova desse fato são as palavras do verso 20 do capítulo 16 do livro dos Juízes: ”... Pois ele não sabia que o Senhor se tinha retirado dele”. E, de forma arrogante, diz: “Sairei, como das outras vezes, e me livrarei”. Sua confiança estava baseada em si mesmo ao invés de reconhecer que Deus é quem lhe dava vitórias.
E qual foi o resultado? Sansão foi preso e humilhado por seus inimigos. Quando, porém, lembrou-se a quem realmente pertencia a força que tinha (Jz. 16:28), conseguiu obter uma última vitória, mas não era o que o Senhor tinha reservado a ele!
Que possamos sempre lembrar as palavras do profeta Jeremias: “Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor”.
Dependência do Altíssimo! Esse é o segredo para impedir que brote em nós a semente da soberba. Que o Senhor guarde nossos corações!